Dores psicossomáticas – a relação entre o corpo e a mente

Neste post vamos falar sobre como a nossa mente e o físico estão associados e da importância de olharmos para nós mesmo como um todo, sem deixar nada de lado.

O termo “psicossomático” vem da junção de duas palavras de origem grega, psique, que significa alma, e soma, que significa corpo. Ou seja, é uma doença que tem origem na alma e no psicológico, mas também tem consequências físicas no corpo.

Dores psicossomáticas

O que são dores psicossomáticas?

De forma simples, as dores psicossomáticas são quando o sofrimento psicológico como angústias, ansiedade e depressão, de alguma forma, acabam causando ou agravando uma doença física.

Este processo não é consciente e a confirmação do diagnóstico não costuma ser tão simples, ou seja, todas as outras possíveis causas devem ser investigadas e excluídas.

Uma dor muito comum nesses casos são as dores nas costas. Receber um diagnóstico de hérnia de disco, por exemplo, é um “atestado de incapacidade” para algumas pessoas. Para outras, que já possuem alterações psicológicas, pode ser a gota d’água que faltava para interromperem suas atividades ocupacionais e esportivas, iniciando o clico de dor crônica.

Como detectar a doença psicossomática?

Quando reprimimos as nossas emoções elas vão sendo armazenadas em algum lugar inconsciente e são refletivas em alguma região do corpo. Quando tratamos unicamente do aspecto físico e não tratamos a causa, há uma grande chance de que esse problema volte a ocorrer.

Não há uma causa única, o desenvolvimento depende de uma predisposição pessoal e orgânica, em como o corpo e o psicológico interagem e reagem frente a certas condições e/ou situações de vida. 

O que muitos esquecem é que a lesão tecidual não responde de forma similar em cada indivíduo. Uma artrose vertebral pode gerar dor e disfunção em um paciente, e no outro pode não gerar nada.

Existem estudos com centenas de pessoas sem dor nas costas que fizeram Ressonância e 2/3 apresentaram alterações no disco. Ou seja, mais da metade tinham lesão no disco e não tinham dor.

Quais os tratamentos psicossomáticos?

O Instituto RV possuí um sistema de avaliação que identifica a melhor direção de tratamento e sugere quando há dor psicossomática associada. Nesse caso o tratamento utilizará exposição gradual aos exercícios, encorajamento e muita educação em dor para diminuir a sensibilidade exacerbada observadas nesses casos. 

Se você tem dor crônica nas costas, associadas a alterações psicológicas, fique atento. Sua dor pode estar sendo ampliada pelos seus sentimentos.Pra quem carrega seu próprio universo, não existe espaço para dores.
Consulte um de nossos especialistas na unidade mais próxima de você.

Nosso Tratamento é utilizado desde 2010, com 90% de APROVAÇÃO!

Choquinhos, infravermelho e outros aparelhos são ineficazes no combate a dor!
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Central de atendimento

Antes de iniciar o seu tratamento, iremos fazer uma avaliação clínica da sua coluna e nossos profissionais indicarão qual o melhor caminho a ser seguido.